QUINTA, 22 DE FEVEREIRO DE 2024|CONTATO

Abav Expo, o maior encontro de turismo da América Latina, por exemplo, volta nesta quarta-feira à capital após 11 anos

Segunda, 02 de outubro de 2023


O Rio, conhecido mundialmente por reunir multidões no réveillon e no carnaval, agora tem casa cheia de dezembro a dezembro. Megaeventos, que vão de shows a feiras e congressos, representam uma injeção de recursos na economia da cidade. A Abav Expo, o maior encontro de turismo da América Latina, por exemplo, volta hoje à capital após 11 anos, na sua 50ª edição, e é um exemplo de iniciativa com viés profissional que arrebanha um mar de gente: são esperadas 36 mil pessoas nos pavilhões 3 e 4 do Riocentro, na Zona Oeste.

A casa já está começando a ser arrumada para outro grande acontecimento, em novembro de 2024: o G20, o principal fórum de cooperação econômica que reúne os chefes de estado e de governo de 19 países e representante da União Europeia. Para preparar a cidade, foi criado o Comitê Rio G20, presidido por Lucas Padilha:

— Ao longo de 2024, acontecerão 30 reuniões em nível ministerial e em nível técnico na cidade. A duas primeiras serão no fim de fevereiro, entre elas a de chanceleres. Uma semana após o Desfile das Campeãs, no dia 20 de fevereiro, cerca de 500 pessoas terão encontros na cidade. Estimamos que essas delegações estrangeiras poderão se beneficiar do clima de felicidade e de uma estrutura já organizada para o carnaval.

Além da prefeitura, Itamaraty e Ministério da Fazenda cuidam das questões de segurança e logística. Padilha acrescenta:

— As embaixadas já procuraram os hotéis para reservas. A princípio, virão centenas de pessoas para o encontro de fevereiro, não é um grande volume. Até a reunião de novembro, sim, teremos recebido dezenas de milhares. Na última, foram cinco mil jornalistas e cinco mil pessoas de delegações oficiais no encontro principal. Mas uma cidade que recebeu a Olimpíada não deixa dúvidas de que tem estrutura.

Impacto em cifras

A expectativa da Secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação é que o PIB da cidade cresça 3,3% já este ano, alavancado pelos eventos gigantes. A arrecadação de ISS das atividades ligadas a turismo e eventos foi de R$ 174,7 milhões no primeiro semestre, um aumento de 40,1% em comparação com o mesmo período de 2019, na pré-pandemia (R$ 124,7 milhões).

— Temos que comemorar o reaquecimento e a confiança dos investidores e dos turistas, com hotéis cheios e com a retomada de obras de outros empreendimentos. Isso é fruto de diversas ações que a prefeitura tem feito — diz Chicão Bulhões, secretário da pasta.

O Riocentro, que recebe hoje a Abav Expo, registrou no começo do mês recorde de público com a Bienal do Livro: 600 mil pessoas. Outro fenômeno de multidões foi o encontro evangélico Ciben — Confederação de Irmãs Beneficentes Evangélicas Nacional —, que em agosto levou caravanas de todo o Brasil ao centro de convenções.

Com isso, a Barra da Tijuca — bairro vizinho — vem se consolidando como destino bastante procurado por turistas de negócios e lazer, de acordo com o Hotéis Rio. No carnaval, teve o mesmo nível de ocupação de Copacabana: 95%. Daniel Pompeu, gerente do Lagune Barra Hotel, perto do Riocentro, frisa que a época é de empolgação com tribos diversas:

— O Ciben fez chegarmos a 100% de ocupação, e o tempo médio de reserva foi de um ano antes. O turismo na região da Barra Olímpica se recuperou em velocidade impressionante.

Desafios a superar

Multidões, no entanto, exigem cuidados maiores. Embora impere um clima de otimismo, o megashow do DJ Alok na Praia de Copacabana, em agosto, por exemplo, deixou hotéis lotados, mas teve registros de furtos e roubos nas areias, uma situação que se repetiu no último fim de semana de sol.

— Esses eventos que envolvem multidões e são gratuitos em qualquer lugar do mundo são desafiadores em caso de logística. No caso do Alok, a polícia agiu imediatamente e prendeu os suspeitos — frisou Chicão Bulhões.

Já o desafio de ter voos para estrangeiros e turistas domésticos é citado por Daniela Maia, secretária municipal de Turismo:

— Os próximos passos para recebermos mais eventos já estão sendo dados, como a retomada dos voos diretos para o Galeão e, óbvio, vamos cuidar da “casa” para que o turista tenha uma experiência maravilhosa e divulgue para todos.

Rio supera São Paulo

Um estudo encomendado pela Airbnb à Oxford Economics e enviado ao GLOBO mostra que, em 2022, hóspedes de fora do Rio geraram uma receita de US$ 740,7 milhões em diferentes atividades econômicas. O valor é mais que o dobro do que os turistas que fizeram reserva pela plataforma deixaram, no mesmo período, em Florianópolis (US$ 344 milhões); e 10% maior do que visitantes gastaram em São Paulo (US$ 662,3 milhões), ambos destinos com turismo elevado no país.

Até o transporte público já sente os reflexos. Em carta aos investidores, a concessionária MetrôRio informou que a receita bruta atingiu, no segundo trimestre de 2023, R$ 251,1 milhões, 25% a mais que no mesmo período de 2022. A alta é atribuída a eventos como jogos no Maracanã e shows. E o futebol continuará movimentando as catracas, já que a final da Libertadores está marcada para 4 de novembro no Maracanã.

Adriana Homem de Carvalho, assessora da Fecomércio para Turismo, diz que o visitante atraído pelos megaeventos expande seus interesses:

— A retomada dos grandes eventos consegue unir os turistas de eventos aos de lazer. Eles gastam cerca de R$ 400 por dia se somarmos hospedagem, alimentação e compra de ingressos.

Calendários para todas as tribos

Abav Expo: Até sábado, a Associação Brasileira de Agências de Viagens espera reunir 30 mil no Riocentro.

Rio Innovation Wekk 2023: A estimativa é de 30 mil pessoas, de 3 a 6 de outubro, no Pier Mauá.

The Weeknd: Cantor canadense se apresentará no Engenhão, na Zona Norte do Rio, no dia 7 de outubro.

25º Festival do Rio: A grande mostra do cinema internacional estima de receber cinco mil pessoas, de 5 a 15 de outubro de 2023.

Festival Clássicos do Brasil: São esperadas dez mil pessoas por dia na Marina da Glória, de 20 a 22 de outubro.

Mondial de La Bière: De 11 a 15 de outubro, o evento deve levar dez mil pessoas por dia ao Pier Mauá.

Rio Coffee Nation: De 20 a 22 de outubro, o Pier Mauá receberá três mil pessoas por dia.

Roger Waters: ex-líder do Pink Floyd se apresenta no Engenhão em 28 de outubro.

Red Hot Chili Peppers: O show do dia 4 de novembro será no Engenhão e deve levar 60 mil pessoas ao estádio.

Final da Libertadores: No dia 4 de novembro, mais de 60 mil torcedores devem ir ao Maracanã.

RDB: Grupo de grande sucesso entre adolescentes e jovens se apresentará no Engenhão nas noites de 9 e 10 de novembro.

Taylor Swift: Nos dias 17, 18 e 19 de novembro, são esperados mais de 200 mil fãs no Engenhão.

Rio Freestyle Motocross: a previsão é de que 6 mil entusiastas do esporte visitem, no dia 18 de novembro, a Jeunesse Arena, na Barra.

Parada LBTQIA+: Cem mil devem caminhar pela orla de Copacabana, em 19 de novembro.

Wired Festival: O festival que reúne algumas das mentes mais disruptivas do mundo para discutir ideias acontece nos dias 29 e 30 de novembro

Projeto Aquarius: Responsável por levar a música clássica a todos os públicos, iniciativa de O GLOBO que retomou com apresentação gratuita na Praça Mauá no ano do cinquentenário, em 2022, volta em 2 de dezembro, dessa vez na Praça da Apoteose.

Paul McCartney: O ex-Beatle se apresenta em 16 de dezembro no Maracanã.

Ivete Sangalo: A cantora fará show no dia 20 de dezembro para 40 mil fãs no Maracanã.

Arena Joquey: Espaço na Gávea vai receber grandes shows de artistas como Roberto Carlos, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto , Titãs e Marisa Monte, de 4 de novembro a 17 de dezembro.

Rio Open Tênis: De 17 a 25 de fevereiro de 2024, cerca de 50 mil devem passar pelo Joquey Club, na Gávea.

Web Summit: Edição de 2024 da conferência de tecnologia acontecerá de 15 a 18 de abril.

Rio2C: O evento de criatividade deve reunir 40 mil pessoas na Cidade das Artes, na Barra, de 3 a 9 de junho de 2024.

G20: A cúpula das principais economias do mundo se reúne em 18 e 19 de novembro de 2024.

Vinhos de Portugal: Evento que reúne os melhores produtores com degustação, Master Class e bate-papos terá nova edição em 2024.

Rio Gastronomia: evento que promove um saboroso ambiente de encontros em torno da comida, música e entretenimento também terá nova edição em 2024.