SÁBADO, 20 DE JULHO DE 2024|CONTATO

Neste dia 7 de junho comemoramos a oitava edição do Global Exhibitions Day (GED), um dia para celebrarmos a importância da indústria de feiras de negócios e do trabalho que todos os envolvidos em sua cadeia produtiva em todo o mundo realizam.

Quinta, 13 de julho de 2023


Neste dia 7 de junho comemoramos a oitava edição do Global Exhibitions Day (GED), um dia para celebrarmos a importância da indústria de feiras de negócios e do trabalho que todos os envolvidos em sua cadeia produtiva em todo o mundo realizam. Criado em 2016 pela UFI – The Global Association of the Exhibition Industry, nos últimos anos o GED viu eventos, ativações e atividades de participantes desta indústria em mais de 100 países e regiões ao redor do mundo e, em 2023, temos muito a comemorar, pois estamos agora mais fortes que em 2019 pré- pandemia!

Fazemos parte de um mercado que mostrou toda a sua força e resiliência depois de uma pandemia devastadora. Tanto que, só na cidade de São Paulo, o impacto total dos eventos B2B em 2023 pode chegar a R$ 18 bilhões, superando os valores pré-pandemia, conforme os dados do Barômetro Eventos B2B, recém-divulgados pela UBRAFE. São esperados, para este ano, pelo menos 1.500 eventos B2B de porte grande ou mega, com um número de visitantes que pode chegar a 12 milhões somente na capital paulista - número igual ao atual número de habitantes.

Comemoramos ainda o avanço do mercado nas discussões relacionadas ao ESG. Este ano, a oitava edição do GED tem como tema geral “Nós administramos os recintos de encontro e os eventos dos principais setores da economia” e, entre os pilares, não poderia deixar de estar o ESG: além das feiras de negócios serem consideradas uma forma sustentável e produtiva de fazer negócios (viajar para um lugar para encontrar e conhecer vários contatos e produtos reduz as viagens múltiplas, economizando tempo e dinheiro), à medida que a indústria trabalha para reduzir sua pegada ambiental por meio da Net Zero Carbon Initiative, eventos e exposições são locais para trabalhar em soluções para a crise climática.

Práticas sustentáveis e conscientes na indústria de eventos são pontos de atenção de toda a cadeia de valor do setor. A UFI LATAM 2023, que reuniu a indústria de eventos e feiras latino-americana na Costa Rica, teve a sustentabilidade como um dos principais assuntos do encontro. A destinação final e correta de resíduos pós-eventos é, hoje, um dos principais pontos de atenção. Os próprios eventos começarão a ser planejados com o objetivo de gerar mínimas quantidades de resíduos ou até mesmo cumprir a meta de zerar esse volume através de materiais 100% reutilizáveis.

Entre as funções designadas aos promotores de eventos e aos recintos/venues estará a de gestão de resíduos pré, durante e pós a realização das feiras de negócios. O mundo sustentável perfeito para as feiras são os promotores de eventos e as venues como agentes ativos da sustentabilidade da sociedade, envolvendo os demais elos da cadeia de valor, como os fornecedores e, muito importante, as milhares de marcas expositoras que participam destes eventos. O setor pode ser uma grande vitrine para as práticas sustentáveis.

Estabelecer um compromisso de todos envolvidos é o nosso maior desafio neste momento. As práticas sustentáveis são inclusive, um dos focos de orientação aos associados UBRAFE, para que contribuam positivamente com os promotores de feiras de negócios, os visitantes dos eventos e a sociedade em torno das venues que sediam os grandes eventos.

Todas as empresas e profissionais do setor são incentivados a participar das comemorações do #GED2023 neste 7 de junho. A UBRAFE, que participa desse movimento desde a sua criação, parabeniza a todos os atores da indústria neste dia, em especial os que já estão focados em trabalhar de forma conjunta e proativa nas questões que envolvem o ESG.

(*) Paulo Octavio Pereira de Almeida é diretor-executivo da UBRAFE - União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios