BALANÇO | Tubotech e wire South America consolidam como espaço de inovação e oportunidades de negócios

Em três dias de evento, 13 mil pessoas passaram pelas feiras que são referência nos setores de tubos e fios na América Latina e puderam conhecer tendências e tecnologias de 500 marcas expositoras

Terça, 08 de outubro de 2019


Produzir conhecimento, divulgar novas tecnologias, discutir soluções, oferecer entretenimento e espaço para relacionamento. São com esses objetivos cumpridos que a 10ª Tubotech - FeiraInternacional de Tubos, Válvulas, Bombas, Conexões e Componentes e a 4ª Wire SouthAmerica, realizadas pela Cipa Fiera Milano, com o apoio da ABITAM (Associação Brasileira da Indústria de Tubos e Acessórios de Metal), encerraram na quinta-feira (3), consolidando sua vocação como principais feiras do setor na América Latina. Em três dias de evento, 13 mil pessoas circularam pelo São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, na capital paulista.

Allan Werner Reichenbach, gerente de Desenvolvimento da Reichenbach Equipamentos, destacou a qualidade dos visitantes na wire. “O evento foi muito bom, estamos realmente satisfeitos com os resultados, pois vendemos alguns equipamentos durante a feira. Recebemos um público muito selecionado de empresas com projetos prontos, além de estudantes, que são nossos futuros clientes”, afirmou.

As duas feiras atraíram o interesse de profissionais como arquitetos, consultores, controllers, engenheiros, fabricantes e importadores de máquinas, gestores de manutenção industrial e projetistas vindos principalmente da Argentina, Bolívia, Chile, Espanha, Estados Unidos, Índia, Paraguai, Peru, Turquia e Uruguai, além de todos estados do Brasil.

Na Niehoff, outra expositora da wire, o movimento de visitantes agradou. Para Renate Heying, da diretoria da empresa, as expectativas foram superadas. “Considerando o mercado atual, tínhamos projeções tímidas para a feira, mas tivemos o estande o tempo todo com pessoas interessadas em nossos produtos”.

Para Guilhemo Varella, gerente da Kent do Brasil, os resultados foram positivos. “Atendeu as expectativas em relação aos visitantes e potenciais clientes. Durante a Tubotech, consolidamos negócios que já vinham sendo atendidos antes, e devemos efetivar outros projetos. Como a operação da empresa é recente no Brasil, apenas um ano, viemos à feira para ampliar a visibilidade da marca diante de nossos parceiros e clientes. A expectavia para 2020 é que o setor siga no ritmo maior de crescimento“.

Na Tubos Oliveira a sensação também foi de expectativa atendida. Rogério Quideróli, gerente comercial da empresa, disse que a aposta para os próximos meses é de uma melhora na economia nacional. “Neste ano, percebemos que os setores da construção civil, impulsionado pelo maior número de lançamento de imóveis; e o ferroviário, talvez pela liberação de recursos que o governo está anunciando, devem ativar novos projetos para os fabricantes e distribuidores de tubos. Durante a feira, agendamos algumas reuniões para pós-evento. Nosso objetivo em estar aqui é prospectar negócios e acompanhar as tendências".Está nos planos da companhia iniciar operações fora do Brasil.

“Tanto a Tubotech como a wire, mais uma vez, cumpriram seus papeis como espaços ideais de oportunidades, relacionamento, aprendizado e respeito, reunindo público e expositores ávidos por vivenciar e oferecer melhor qualidade para o setor da construção”, afirma Rimantas Sipas, diretor Comercial da Cipa Fiera Milano. “Nesta edição, tivemos 13% de empresas novas entre as 500 marcas expositoras, o que é um termômetro do crescimento e da importância da tecnologia no mercado de tubos e fios.” A próxima edição da Tubotech e da wire está confirmada acontecer de 05 a 07 de outubro de 2021, no São Paulo Expo.

Ilha Abimei

Pela primeira vez, a Tubotech contou com a participação da Abimei (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais) que, além de trazer alguns de seus associados à feira, também promoveu palestras de conteúdos técnicos e workshops. Flávio Paiva, presidente do Conselho Deliberativo da entidade considerou o público “muito qualificado”.

“A ilha da Abimei foi uma atração á parte, onde reunimos as empresas mais experientes que vivenciaram o auge do mercado e que,agora, tentam enxergar um caminho de recuperação. Os estandes das empresas Genebre,Remadi, PR2, IPC Brasil, ficaram praticamente o tempo todo com grande quantidade de pessoas interagindo com os expositores, que de fato tem ótima sinergia em linhas de produtos. Também tivemos especialistas de instalação, de mercado, de suprimimentos, engenheiros, staff de certificadoras, de organismos normativos. Indiscutivelmente, cumprimos os objetivos traçados“.


Sobre a Cipa Fiera Milano
A Cipa Fiera Milano, filial brasileira da Fiera Milano, um dos maiores players de feiras e congressos do mundo que a cada ano atraem aproximadamente 30 mil expositores e mais de cinco milhões de visitantes, tornou-se sócio majoritário da Cipa do Brasil em 2011, dando origem à Cipa Fiera Milano. No Brasil, são realizadas nove feiras que representam os mais diversos segmentos da economia, como segurança, energias limpas e sustentáveis, tubos e conexões, cabos e fios, saúde no trabalho, tratamento de superfícies, esquadrias, tecnologias em reabilitação, inclusão e acessibilidade, entre outras. Entre as principais marcas do portfólio estão Exposec, Fisp, Fesqua, Ebrats, Ecoenergy e Reatech.


Fonte:
Assessoria de Imprensa | 2PRÓ Comunicação

 

Buscar Feiras

300x300 01

News UBRAFE

PR Newwire 1_300x140
Assure Lateral

banner

TV UBRAFE

banner