Movimento nos restaurantes se mantém em alta durante feiras e eventos

O mercado gourmet da cidade movimenta uma cadeia que envolve vários setores, e seu multiculturalismo representa 52 tipos de cozinha

Quarta, 24 de maio de 2017



São Paulo é a segunda maior cidade no mundo em número de restaurantes. Segundo dados do São Paulo Convention Bureau (SPCVB), o mercado gourmet da cidade movimenta uma cadeia que envolve vários setores, e seu multiculturalismo representa 52 tipos de cozinha.

Apesar da recente crise econômica do País, o setor gastronômico da cidade de São Paulo não tem do que reclamar. De acordo com levantamento, realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), há a perspectiva e tendência de uma gradual melhoria no setor de alimentação fora do lar.

Um dos principais motivos é o elevado número de feiras e eventos realizados na capital paulista, tendo em vista que o turismo de negócios é uma excelente oportunidade para que diversos setores sejam impactados de maneira positiva, em especial o gastronômico. São Paulo lidera a lista de cidades brasileiras com mais de 800 grandes eventos, segundo pesquisa da UBRAFE - União Brasileira dos Promotores de Feiras, com realização da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE.

O gerente da churrascaria Jardineira Grill, Luis Carlos Ongaratto, contou que o movimento do local melhora com muitos clientes de fora de São Paulo e reserva de mesas grandes. "Durante o período de feiras e eventos, o restaurante registra um aumento no movimento normal em torno de 15% a 20%”, afirma Ongaratto. A localização também é um ponto forte do restaurante, já que está situado na região sul da cidade, próximo a dois grandes pavilhões de eventos de São Paulo, o São Paulo Expo e o Transamérica Expo Center.


Por Mariana Couto - jornalista

 

Buscar Feiras

300x300 01

News UBRAFE

PR Newwire 1_300x140
Assure Lateral

banner

TV UBRAFE

banner